Gravura Brasileira

Cama e Banana

Cama e Banana

De 13/4/2002 a 3/5/2002

Obras

Cama e Banana
Paulo Cheida Sans e Walter Wagner

Poderes
lançamento do álbum de gravura “Poderes” do Núcleo Olho Latino




Exposição: “Cama & Banana” dos artistas Walter Wagner e Paulo Cheida Sans
Lançamento do álbum de gravura: “Poderes” – artistas do Núcleo Olho latino - (Org. Paulo Cheida Sans)
Inauguração e lançamento: 13 de abril às 11 horas.
Data da exposição: de 15 de abril a 03 de maio de 2002.
Local: Gravura Brasileira – Al. Gabriel Monteiro da Silva, 1325 - São Paulo.
Horário: segunda a sexta-feira-feira, das 10 às 18 h sábado, das 10 às 14 hs.
Entrada Franca.
Tel/fax: (11) 3064.8779 e 3081.8484.

 

A gravura ganha destaque na exposição “Cama & Banana” dos artistas Paulo Cheida Sans e Walter Wagner, a ser inaugurada no próximo dia 13, sábado, às 11 h no Escritório de Arte Gravura Brasileira, em São Paulo. Na abertura da mostra será lançado o álbum de gravura “Poderes”, organizado por Paulo Cheida, contendo gravuras dos artistas do Núcleo Olho Latino.



Paulo Cheida Sans, natural de Campinas, apresenta gravuras em relevo da série: “O político e a banana”. Suas obras mostram uma sátira sobre a corrupção, a injustiça social e a “politicagem”. Paulo é professor de gravura da PUC-Campinas e já expôs em mais de 400 exposições, sendo cerca de 80 no exterior. Premiado em mais de 40 eventos, o artista conquistou prêmios na França, Portugal e Estados Unidos. Participou das principais bienais do mundo no gênero da gravura (Japão, Espanha, Finlândia, Noruega, Polônia, Romênia e outras). Atua também como curador de mostras nacionais e internacionais. Iniciou a carreira em meados da década de 60, ainda menino, participando de salões oficiais. No Brasil participou de importantes Salões, como o III Salão Paulista de Arte Contemporânea, a I Bienal de Santos, o Panorama do MAM e de muitas outras cidades, entre elas: Belo Horizonte, Curitiba, Recife, Campinas e Ribeirão Preto. É autor de livros, destacando-se “A Criança e o Artista”, pela editora Papirus. É diretor do recém fundado Museu Olho Latino, sediado em Campinas, cuja especialidade é a gravura. Sobre o artista, a crítica e professora da Universidade de Brasília, René Gunzburger Simas, disse: “Paulo, quando com seu instrumento corta e fere o linóleo, traçando gravatas, grav--ata, está desatando, tornando visível as amarras do poder. O poder ritualizado no cortejo onde ‘Dominantes e Dominados’, de maneira caricatural, entram em cena, são trabalhados com firmeza, com um traço limpo, onde o preto e o branco dão a luz necessária à teatralização construtiva do poder”.

Walter Wagner, natural da Paraíba e radicado em São Paulo há alguns anos, mostra gravuras em metal da série “Minha Casa”. O artista freqüentou o ateliê de gravura da Universidade Federal da Paraíba, onde atuou como assistente do Núcleo de Arte Contemporânea em 1987. Participou de várias mostras e salões, como a XII Mostra da Gravura de Curitiba (2000), Mostra Rio Gravura (1999), Programa Rumos Visuais do Itaú Cultural (1999). No exterior participou da 5ª Internacional Art Triennal Madjnet, em Lublim, Polônia (1997) e da IX Bienal Ibero-Americana de Dibujo y Estampa, na cidade do México (1994). Na opinião do crítico João Spinelli, “Walter Wagner revela mais uma vez a potencialidade dos artistas jovens brasileiros, que nos últimos anos reconfiguram um novo mapa artístico do país, com destaque cada vez maior, para a produção plástica fora do restrito eixo Rio – São Paulo da arte atual Brasileira”.

A exposição “Cama e Banana” mostra a visão particular de dois artistas que, cada um a seu modo, interpreta o cotidiano, tanto na interpretação de cenas, quanto de objetos e situações representadas e criadas.

 

 

Álbum de gravura: “Poderes” do Núcleo Olho Latino

Será lançado também na abertura da mostra, o álbum “Poderes” dos artistas do Núcleo Olho Latino. O álbum, organizado por Paulo Cheida Sans, tem a tiragem de 60 exemplares. Cada álbum, acondicionado em caixas de madeira e acrílico, é composto por 23 gravuras em técnicas variadas: xilogravura, serigrafia e linogravura.
Participam do álbum, artistas vinculados ao Núcleo de Arte Olho Latino. Este Núcleo tem feito muitas realizações importantes, como a I Bienal do Esquisito realizado no SESC-Campinas, no final de 2001. É um grupo formado por artistas de várias cidades do interior do Estado de São Paulo, com formação superior e alguns pós-graduados na área de artes. Entre eles estão, Celina Carvalho, Euclides Sandoval, Márcio Zago, Édson Beleza, Glauco P. Zia, Wallace Medeiros e Young Koh.
 

Copyright Gravura Brasileira

Rua Ásia, 219, Cerqueira César, São Paulo, SP - CEP 05413-030 - Tel. 11 3624.0301
Horário de funcionamento: Segunda a Sexta: 12h00 às 18h00 ou com hora marcada

site produzido por WEBCORE