Gravura Brasileira

Gravadores Brasileiros Contemporâneos

Gravadores Brasileiros Contemporâneos

De 23/10/2007 a 30/11/2007

Obras

Imprensa

Press Release

Baixar

 GRAVADORES BRASILEIROS CONTEMPORÂNEOS

A exposição Gravadores Contemporâneos Brasileiros reúne os trabalhos de 32 artistas:
Ana Elisa Dias Baptista, Andréa Tavares, Armando Sobral, Arnaldo Battaglini, Augusto Sampaio, Cláudio Caropreso, Cláudio Mubarac, Diô Viana, Elisa Bracher, Ernesto Bonato, Evandro Carlos Jardim, Fabrício Lopez, Fernando Vilela, Francisco Maringelli, Giorgia Volpe, Helena Freddi, Jacqueline Aronis, José Roberto Shwafaty, Laerte Ramos, Larissa Franco, Márcio Pannunzio, Marco Buti, Margot Delgado, Maria do Carmo Carvalho, Maria Villares, Paulo Camillo Penna, Paulo Carapunarlo, Renata Basile da Silva, Sheila Goloborotko, Simone Rebelo, Ulysses Bôscolo e Walter Wagner com curadoria de Eduardo Besen, diretor da galeria Gravura Brasileira.

Gravadores Contemporâneos Brasileiros
no Pratt Institute

Steuben West Gallery, Pratt Institute
200, Willoughby Avenue, Brooklyn, NY 11205
fone: (718) 636-3517
abertura: 22/10/2007, Segunda-feira, 17-19hs.
Exposição: 23/10 a 03/11/07 ou com hora marcada.
Horários de abertura: Segunda a Sexta-feira 13-17hs.

Gravadores Contemporâneos Brasileiros
no Estúdio Goloborotko

68 Jay Street, Suite 209, (Entrada na Front Street, 147)
Brooklyn, NY 11201, fone: (718) 722-2772
abertura: 01/11/07, Quinta-feira, 18-21hs.
Encontro com os artistas e o curador: 01/11/07, 16-18hs.
Com a presença das artistas Helena Freddi, Jacqueline Aronis, Margot Delgado,
Maria do Carmo Carvalho e Maria Villares e do curador Eduardo Besen.

Exposição: 02/11 a 30/11/07
Horários de abertura: Segunda a Sexta-feira 10-19hs ou com hora marcada

“Brazilian Printmaking”
palestra a ser ministrada por Jacqueline Aronis
Steuben West Gallery, Pratt Institute
200, Willoughby Avenue, Brooklyn, NY 11205
24/102007, Quarta-feira, 15-17hs.

Organização:
GRAVURA BRASILEIRA
rua Fradique Coutinho, 953
CEP 05416-011, Sao Paulo, SP, Brasil
tel.00.55.11.3097.0301 e 3097.9193
www.cantogravura.com.br 
www.goloborotko.com
www.pratt.edu

              

Histórico da galeria e da exposição:

A galeria Gravura Brasileira foi fundada em 1998 por Alberto Fuks e Eduardo Besen com a proposta de mostrar a gravura histórica e contemporânea de qualidade em toda a sua diversidade com exposições temporárias e obras de acervo. A galeria é o único espaço de exposições no país dedicado somente à gravura, técnica que possui grande expressão no panorama das artes no Brasil.

Ao longo dos anos a Gravura Brasileira tornou-se um centro de referência ao promover exposições de artistas jovens e consagrados, palestras e lançamentos de livros de artista e álbuns de gravuras. A galeria recebe artistas, visitantes, galeristas e curadores de todo o mundo e mantém programas de intercâmbio com ateliês e instituições de outros Estados e países além de participar como convidada em feiras de arte (ArtFrankfurt 2003 e 2004) e em exposições internacionais (realizadas nas cidades de Amsterdã, Heidelberg, Paris, Cardiff, Nova Iorque, Havana e Berlim entre outras).

Em março de 2003, com uma exposição de gravuras do mestre Evandro Carlos Jardim foi inaugurado o novo espaço da galeria à rua Fradique Coutinho, 953 que conta, atualmente, com um acervo de mais de três mil gravuras originais de artistas de todo o Brasil, Argentina, Alemanha, Canadá, Itália, México, Cuba, Japão e Inglaterra.

Em setembro de 2006, a galeria realizou uma exposição em Nova Iorque no Goloborotko´s Studio dirigido pela artista brasileira Sheila Goloborotko desde 1989.  Esta mostra que reuniu cerca de 100 gravuras de 30 artistas recebeu a visita de diversos artistas e curadores dentre os quais a diretora do Pratt Institute (tradicional escola de artes de Manhattan e Brooklyn) Donna Moran. Ela convidou a galeria Gravura Brasileira a organizar esta mostra nas galerias da escola em novembro de 2007. Esta data foi escolhida pela proximidade com a feira internacional de gravuras de Nova Iorque que acontece tradicionalmente na primeira semana de novembro. A idéia de Donna Moran é fazer um intercâmbio entre artistas brasileiros e americanos por meio de uma segunda mostra a realizar-se na galeria Gravura Brasileira em São Paulo em 2008.

Paralelamente à exposição, o diretor da galeria Gravura Brasileira, Eduardo Besen, foi recebido por Raimond Livasgani, curador do departamento de gravuras do MOMA – Museu de Arte Moderna. Nesta ocasião foram mostrados os trabalhos dos artistas brasileiros a um comitê de curadores que examinaram as obras e receberam informações sobre os artistas e a história da gravura no Brasil. A curadora-chefe do departamento de gravura do MOMA, Deborah Wye, já visitou a galeria em maio de 2003 por indicação de Paulo Herkenhoff. 

 

Copyright Gravura Brasileira

Rua Ásia, 219, Cerqueira César, São Paulo, SP - CEP 05413-030 - Tel. 11 3624.0301
Horário de funcionamento: Segunda a Sexta: 12h00 às 18h00 ou com hora marcada

site produzido por WEBCORE