Gravura Brasileira

Cada Um e os Muitos

Cada Um e os Muitos

De 12/8/2017 a 12/9/2017

Obras

Imprensa

Baixar

MAIS Galeria de Arte e Gravura Brasileira

convidam para a abertura da exposição

 

 

 

cada um e os muitos

individual de sheila goloborotko

 

 

12 de agosto a 8 de setembro de 2017

abertura: sábado, 12 de agosto / 13 -17h

 

 

 

A artista brasileira Sheila Goloborotko, radicada nos Estados Unidos há mais de três décadas, inaugura sua terceira mostra individual na MAIS Galeria de Arte.

 

Para esta exposição foram escolhidas três séries de trabalhos recentes: 

 

Sistema, uma versão da instalação de gravuras exposta em julho de 2016 no Museu do Centro Cultural Atarazanas em Veracruz, México inspirada pelo ecocídio dos recifes de corais encontrados nesta região; 

 

|you| |me|, objetos em ferro fundido e gravuras que objetificam a origem dos conflitos pessoais; e

 

Outras Palavras pinturas e relevos em encáustica que buscam compreender o sentido do incompreensível momento político, econômico, social e ambiental global.

 

 

 

Sheila Goloborotko se engaja em uma prática obstinada e incansável em busca de conceitos singulares e faz com que estes emerjam em ações artísticas numerosas como personagens que reaparecem em fábulas ou como as sementes que são levadas pelo vento e florescem em climas diversos. Essa artista multidisciplinar e gravadora trabalha com instalações, gravuras, escultura, vídeos e projetos interativos e já realizou mais de 150 exposições em museus e galerias em quatro continentes. Sempre preocupada com o desenvolvimento de comunidades artísticas, seus estúdios em Ponte Vedra Beach, Flórida e nas montanhas da Pensilvânia são centros de produção artística e ativismo poético.

Uma acadêmica experiente que pensa além dos limites, Sheila Goloborotko, manteve um estúdio em Brooklyn, Nova Iorque por 25 anos e atualmente é professora de gravura na University of North Florida em Jacksonville. Através de curadorias no MOCA Museu de Arte Contemporânea em Jacksonville e no Hunterdon Museum em New Jersey, a pesquisa de Sheila Goloborotko constrói uma ponte entre o aprofundamento pessoal de seu trabalho e explora os limites das práticas artísticas contemporâneas, a criação de múltiplos e o Consciente e Inconsciente coletivo.

 

www.goloborotko.com                  www.1001sonhos.net                 www.1001dreams.net

 

 

SISTEMA

"Artistas gravadores entendem que, para eles, o poder das múltiplas reproduções não é redundante, mas sim a espinha dorsal de sua prática. Mas é a natureza, mais sábia que os seres humanos, quem realmente entende o poder da repetição.

Silenciosos, simples e construídos ao longo dos anos, os pequenos corais viveram, morreram e se calcificaram para construir a base onde hoje se encontram, as paredes que nos circundam. Esta exposição presta homenagem, através da gravura e de uma instalação em alumínio e Mylar impresso e recortado aos pequenos corpos que se tornaram os tijolos da nossa vida diária.

Caminhe, ou talvez, flutue, entre as colônias de imagens simples e múltiplas de corais (inspiradas no sistema de recifes de Vera Cruz, México) e confira como as formas reconhecíveis de coral se tornam abstratas. E isto é bom. Permita que uma nova narrativa se forme em sua mente. Não há "fim" para a abertura que a natureza, sempre generosa, nos permite."

texto da artista - julho 2016

 

 

 |you| |me|

Onde |você | começa e |eu | termino? Será que |você | e |eu | podemos ser tão diferentes, ainda que sejamos tão parecidos?

 

A nossa experiência de vida baseia-se em dualidades polarizadas e as nossas mentes não podem entender nada a não ser que estes opostos sejam analisados através de comparação e contraste. Talvez haja uma possibilidade que os nossos conflitos sejam interiores, não exteriores, e esta dualidade seja uma condição da nossa mente racional.

 

É possível que possamos experimentar as coisas como são — sem juízo — e aceitar o todo como este é. Possivelmente, em vez de viver em caos e contradição, possamos permitir a perspectiva do complementar, do cooperativo e deixar que as harmonias fiquem mais porosas à nossa sobrevivência.

 

A nossa existência define-se por ritmos naturais e ciclos: vivemos e morremos; amamos e odiamos. É o princípio fundamental da vida. Mas no amor, quando os contrários se encontram, essas são forças complementares, não conflituosas.

 

|voce | e |eu | são uma Parte Necessária de um Todo. Isto é a vida, não a lógica.

texto da artista – 2017

 

 

 

A MAIS Galeria de Arte é uma associação de Eduardo Besen da galeria Gravura Brasileira com o arquiteto e designer Duílio Ferronato e com o colecionador Sergio Nardinelli.

 

 

Serviço:

MAIS Galeria de Arte

Abertura: 12 de agosto de 2017, sábado, das 13 às 17h

Exposição: “cada um e os muitos"

Período expositivo: 12 de agosto a 08 de setembro de 2017.

 

Artista: Sheila Goloborotko.

fotos: divulgação

Endereço:

Rua Ásia, 219, Cerqueira César, São Paulo, SP - CEP 05413-030 - Tel. 11 3624.0301

Segunda a Sexta: 12h00 às 18h00 ou com hora marcada

www.gravurabrasileira.com                               

http://www.facebook.com/maisgaleriadearte

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Copyright Gravura Brasileira

Rua Ásia, 219, Cerqueira César, São Paulo, SP - CEP 05413-030 - Tel. 11 3624.0301
Horário de funcionamento: Segunda a Sexta: 12h00 às 18h00 ou com hora marcada

site produzido por WEBCORE